• Início
  • /
  • Sobre
  • /
  • Meus Livros
  • /
  • Agenda
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Parcerias
  • /
  • Lojinha
  • /
  • Portífolio
  • /
  • Contato

  • Coluna Foi assim... Especial




    Hoje eu estou tristinha, já que duas pessoas que estavam sobreaviso não me enviaram o texto para a coluna    =(... então decidi, que a coluna agora, vai ser quinzenal, quando tiver texto eu posto, quando não tiver já sabem porquê. Até porque minha listinha já está quase terminando =/
    Pois bem, como hoje, sei que algumas pessoas é certo passarem por aqui, chamei alguém para me dar um Help
    É com ele que eu deixo a coluna desta semana, Richard Sulzbach. Para quem não sabe, ele é um, dos dois melhores amigos do Andrew. E claro, de todos que conheceram e aprenderam a amar essa turma de Floripa. 

    ...♫...

    Não sou escritor e também não pretendo ser. O que segue abaixo é apenas uma curiosidade para quem já leu o primeiro livro da série. 
    Certamente eu prefiro falar a escrever, definitivamente não é meu talento. Mas, não poderia deixar de atender a um pedido da Dri.
    Deixo as entrelinhas, do relato já contado, de um inesquecível momento, o início de tudo.

    Outono em Florianópolis.
    Por Richard Sulzbach

    Andrew havia ficado furioso com a notícia de que alguém terminaria a história dele, como eu e Alan imaginamos.

                Assim que cheguei com Alan na UFSC, fomos para frente do Centro de Cultura e Eventos, Gabriel e minha linda Rebecca estavam lá.
                — Fala cara — nos cumprimentamos. — Oi linda — beijei aquela morena incrível.
                — Oi amor! — ela me abraçou forte. — Oi Alan — ele fez careta para ela.
                — E aí, como vai Andrew? — perguntou Gabriel.
                — Está bem. Disse para você e o Léo aparecerem lá.
                — Vou falar com ele hoje.
                Enquanto conversávamos, fiquei disperso procurando a tal garota.
                — O que foi amor?! — perguntou Rebecca.
                — Estou procurando uma pessoa.
                — Posso saber quem? — colocou as mãos na cintura inquieta, dei um pequeno sorriso.
                — A garota que vai dar continuidade a história do Andrew.
                — Por que está procurando ela?
                — Andrew ficou muito irritado com essa história da Tempus, quer saber quem é a pessoa.
                — Estou de olho em você, hein?! 



                No intervalo encontrei com o grupo dos meus colegas do futebol no refeitório. Ficamos falando sobre os campeonatos estaduais do país. 
    Resolvi ir para o lado de fora quando algumas conhecidas aproximaram-se puxando assunto comigo, Rebecca as detestava.
                Na saída do refeitório, Alan apareceu com Gabriel.
                — E aí amigo?! — disse Alan. — Nem me esperou hoje! 
             — Olha quem está atrás de mim - Alan olhou por cima do meu ombro. - Se Rebecca me achar conversando com essas garotas, ela vai ter outro ataque de ciúmes — sorrimos juntos.
                — Elas estão marcando duro! — Alan torceu os lábios nos fazendo rir de novo.
                — Não sabia que vocês tinham medo de mulher! —Gabriel sorriu e foi para perto da turma que estava atrás de mim.
                — Mas, escute só! — Alan sussurrou. — Acho que sei quem é a garota.
                — Descobriu?! — perguntei curioso.
                — Acho que sim. Por causa da história ela tem ficado com aquela irritante da Karen. E com aquela Evelyn, lembra? Do jornalismo?
                — Lembro da Evelyn, mas, não me lembro de ter visto essa garota.
                — É ela sim. Um colega meu, disse que ela vive agora na turma daquele idiota do Álex. 
                — Acho que no fundo, Andrew quer saber se ela é bonita ou não.
                — Vou te falar amigo, ela e sua amiga, que se chama Sarah, são muito gatas!
                — Isso você descobre rápido, não é?! — sorrimos.
                Alan parou de rir de repente.
                — O que foi?! —perguntei curioso.
                — Mas olha, olha, se não é a nossa garota procurada.
                Olhei para onde Alan estava olhando. Avistei duas garotas, encostadas na mesa, um pouco distante, eram lindas.
                — São elas?! — perguntei empolgado.
                — Elas mesmas amigão — Alan sorriu. — E elas estão olhando pra cá.
                Cruzei os braços e fiquei observando as duas.
                — Quem é a Helen?
                — A branquinha é Helen, a morena é Sarah.
                — Alan, vou te dizer uma coisa, que Rebecca não me ouça, mas elas são lindas.
                — Concordo amigo, e olha! Elas estão olhando para nós dois. 
                Elas pareciam desconcertadas.
                — A morena já tinha visto, mas a outra não me lembro. Acho que me lembraria, ela é tão bonita.
                — As duas são gatas demais! Já tinha visto as duas. Falei que as calouras desse ano estão de arrasar! E, estão falando da gente Richard, observa. O que será que estão falando?!
                — Não sei. Mas, Andrew vai ter uma surpresa.
           As meninas disfarçaram em nos olhar, e resolveram sair do refeitório, ficamos encarando-as.
                — Está pensando a mesma coisa que eu?! — sorri olhando para Alan.
                Alan sorriu concordando com a cabeça.
                — Podíamos apresentar essa Helen para Andrew, pensou nisso?!
                Sorri e concordei com a cabeça.
                — Andrew vai ter uma surpresa em saber que ela é uma gata - conclui.
                — É... nosso amigo vai se surpreender. E claro, mais do que natural eles dois sentarem e conversarem, já que ela vai terminar a história dele — sorrimos de canto.
                — Com certeza — fingimos brigar, empolgados por aquele caso. — Vamos ver onde elas foram.
                Fomos para o lado de fora do refeitório elas estavam longe, indo em direção ao prédio do CCE.
                — Mas Richard, é engraçado - disse Alan pensativo. — Olhando bem essa Helen, parece que a conheço de algum lugar.
                — Daqui, não é Alan? — ressaltei achando o óbvio.
                — Não, não. Parece que já vi essa menina antes, sei lá, em algum lugar.
                — Acho que ela realmente precisa conhecer o Andrew.

             
               Chegamos em casa. Andrew estava sentado na sala, lendo. Quase todos os dias, fazia a mesma coisa.
                Depois de tomar banho, sentei-me na sala com ele, antes do jantar.
                 — Descobrimos quem é a garota Andrew — disse.
                — E quem é? — falou seco. Sorri de canto, esperava aquela reação.
                — É a garota que falei, faz Letras, pela primeira vez a vi, hoje na faculdade. Tem certeza de que não quer que eu fale com Karen sobre você terminar a história?
                — Já disse que não Richard, esquece isso.
                Alan entrou na sala com seu notebook na mão.
                — Fala aí brother! Tenho algo para te mostrar. Já contou para ele Richard? — Alan estava empolgado.
                — Estava começando a falar com ele.
                — Falou do detalhe?
                — Pode falar Alan — observei Andrew, que permanecia indiferente e muito irritado.
           — Andrew, meu irmão, meu amigo - Alan sorriu. — A tal Helen que vai terminar a sua história, é simplesmente linda!
                — Você a viu também? - Andrew fez pouco caso.
               — Vimos sim, hoje. Ela e a amiga, são lindas demais! Foi o que te falei, as calouras desse ano surpreenderam!
                — É uma intrometida!
                — Vou procurá-la na internet e te mostrar.
                — Não quero vê-la — grunhiu Andrew.
                — Devia vê-la sim. Será que ela tem página de relacionamento?
                — Vê se ela está na página de Karen — sugeri segurando o riso.
                — Mas, olha isso! — Alan riu de canto. — Não preciso nem procurar por ela!
                — O que foi?! — perguntei curioso.
               — Andrew, a nossa escritora está procurando algo além das suas histórias.
                — Por que está falando isso? — disse Andrew sem entusiasmo.
                — Porque ela veio na minha página hoje. O que será que ela veio fazer aqui?
                — Entra na página dela! — disse olhando a tela do computador.
                — Vou entrar!
             Cerrei os lábios sorrindo e olhei para Andrew, ele disfarçou o olhar.
                — Os álbuns dela estão bloqueados. Mas, dá pra ver a foto dela no perfil, quer ver?  — perguntou Alan piscando um olho para Andrew.
                — Não, não quero ver — ele retrucou irritado.
                — Tudo bem, depois você vê.
                — Me deixa ver uma coisa aqui — peguei o notebook de Alan.
                Entrei na minha conta, e logo na tela inicial, estava a visita recente de Helen.
               — Mas, ouça isso Andrew — eu ri. — A tal Helen andou visitando minha página também!
                — E o que tem? — ele deu de ombros.
                — Ela deve estar procurando saber de você.
                — Não inventa Richard!
                — Não quer ver a foto do perfil dela?!
                — Não, não quero!
    O primeiro passo havia sido dado. Conhecíamos Andrew como ninguém mais. Era apenas uma questão de tempo convencê-lo a conhecer a garota. Tinha a grande esperança de que ela iria trazer algo novo a vida do meu irmão. Quem sabe, o mais importante, a sua alegria de viver a vida outra vez.

     ...♫...

    18 comentários :

    •*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

    Bom dia, Dri!

    Nossa, sou uma monga mesmo... já estou aos prantos aqui... ahahaha.
    Que coisa... eu lembro dessa história e os olhos já ficam marejados.
    Tudo muito lindo... e esse trecho é uma delícia! Pena não estar no livro.

    Beijinhos!
    Deus seja contigo. :)

    •*♥*• Sanzinha •*♥*• disse...

    Ah, deixei um beijo pra vc no meu blog, no post de hoje.... hihihi.

    Neiva Meriele disse...

    Esse Foi Assim ta mais do que especial, eu sou gamadona no Richard, todo mundo fala do Alan, do Álex mas eu prefiro o Richard, ai gente ele é tudo de bom, um amigo que além de lindo é um simpático e ta sempre apaziguando os amigos esquentadinhos. Dri, adorei a participação dele na coluna. Bjos.

    Adriana Brazil disse...

    rsrsrs ah San vc é demais!!
    Acho que na nossa disputa dessa semana eu ganhei né?! De fazer chorar de emoção ahsuashua
    Eu vi a menção, vc é uma FOFA!!

    Neivinha: ainda bem que a Bec nem passa no meu blog rsrs mas olha, o Alan ficou com ciúme (bem feito), vc sabe que ele adora sempre estar em evidência. O Richard é um FOFO!!

    Evany Bastos disse...

    Que surpresa linda essa do Richard hoje aqui, eu tenho sempre ao meu lado esse romance lindo, onde os simples detalhe, como a amizade e fé e familia, deixa nossos corações transbordar de alegria. Sempre que estou precisando de uma palavra amiga, leio o Outono, ele renova minhas crenças, de que a vida vale a pena, e quando se ama vale mais ainda, e que a amizade é fundamental, e temos que fazer valer cada momento da vida. Parabéns Adriana, cada vez mais nos surpreêndendo. Amo todos esses personagens lindo, vocês moram no meu coração. Parabéns pelo blog lindo e aconchegante. Mickbeijos pra ti amiga...

    Marcia disse...

    Suspiros..suspiros...suspiros...aff...pronto acho q agora consigo falar ou melhor escrever.

    Meus três lindos, juntos, mostrando o que cada um pensou na trama para o primeiro e mais lindo encontro (ainda não esqueci nenhum detalhe).

    Richard (beijei aquela morena incrível), ai q vontade de levar essa fofura para casa rs.

    Alan (eu disse que as calouras desse ano estão de arrasar)...esse é o meu Alan.

    Andrew (Não, não quero ver — disse Andrew irritado)haha entã tá né rs.
    Lindo! Lindo!

    suspiros...suspiros..suspiros...

    Karine Marinho disse...

    Ownt *---* Andrew se fazendo de durão não querendo ver a Helen, mal sabia ele do que ia acontecer... ^^
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ♫ ♪ Wilson ♫ ♪ disse...

    Oi, Adriana.
    Bem, vim aqui dizer "pessoalmente" o meu olá. Realmente, concordando com oq vc disse à San, a semana foi meio emocionante... rs.
    Ainda não li o livro. Sei que vc entende. Mas pelo que ouvi, realmente me emocionei. E mais ainda com todo o resto.
    Que a semente da amizade dê frutos e crie raízes. E obrigado por tudo.

    Um abraço!
    Deus seja contigo.

    Adriana Brazil disse...

    Kaká:dá até para entender ele, já que ele queria ter terminado a história, mas até assim é um fofo né?! rs

    Wilson: ter conhecido a San foi um presente, de uma maneira inusitada mas valeu a pena! Prometo que vou cuidar da semente da nossa amizade.
    Agradeço a visita!

    Nanda Meireles disse...

    Que lindo!! Nunca li/vi um trio de amigos mais lindos que esse! hihi (vou apanhar da Helen, da Bec e da Sarah!) Mas que eu não sei quem é o mais gato, isso eu não sei! rs
    Bjuu

    Jaqueline Figueiredo Lopes disse...

    Ai que emoção!! que amizade pura e sincera! mto legal ter essa mega participação do Richard aki contando esta cena surpreendente sob a sua perspectiva.
    Valeu por compartilhar esse fofo momento.
    Amiga vc é d+++!

    Ká Guimaraes disse...

    Ai faltou alguem aqui né amiga "eu"
    Sabe como eu amo esta historia e que ela mecheu profundamente comigo, Foi assim... É inspirado por Deus, sei que ira fazer muito sucesso.
    A em falar nisso minha Missionaria amou o livro kkkk Depois te mando a opinião dela.

    Amooce e sinto sua falta demais bjksssss

    evila disse...

    Drii, fiqueii com mais vontade de leer do que nunca! Parabéns, vooc é talentosissima, obrigada por todos os conselhoos nessa vida..sua..que asho linda demaiis.. autora!

    Alan disse...

    Por que só o Richard pode falar a versão da história e eu não?!
    Acho que a Adriana Brazil só gosta dos meus amigos (aposto que ela vai excluir o comentário)chata! Hehehe

    Aí brother, demais relembrar esse momento tão importante na vida do nosso melhor amigo.

    Dri :p
    Fui!

    Adriana Brazil disse...

    Nanda: tenho que concordar, eles são lindos!
    Jake: o Alan queria tb, intrometido rs
    Ká: to ANSIOSA esperando a opinião dela! Manda logo!
    Evila: oi linda, qt tempo não te vejo no MSN, saudade, ai eles são lindos mesmo!
    Alan?! Ai que intrometido viu?! O Richard contou, porque sabe lá como vc iria contar né?! Vc é chato mas adoro vc!
    bjs galera!

    Mari Sampaio disse...

    Gente, vi isso agoraa!rsrs
    Muito show! Espero mais "por tras do livro!" ok???rsrs
    Beijos!

    Mireliinha disse...

    Richard é encantador! *-*
    E pro Alan não ficar com ciúme, ele é o meu bb! hahaha *-*
    Ain, amiga! Por mim, você faria outro livro só com cenas excluídas, pensamentos dos seus personagens e tudo o mais...
    Eu não canso de te dizer o quanto Outono de Sonhos consegue mexer cmg, com meu coração! Sinto que cada personagem vive em algum lugar *-*
    São todos lindos, apaixonantes e reais! Moram no meu coração!

    Beijocas,
    Mi
    Inteiramente Diva

    Adriana Brazil disse...

    Penso o mesmo Mi!!
    Pra mim eles existem e estão felizes em algum lugar nesse mundão!
    Ah olha que eu faço sim!!
    Eles são lindos, e não defende o Alan, é um intrometido =D
    mas eu amo esse chato rsrs

    bjks Mii

     
    © Autora Adriana Brazil- 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo