• Início
  • /
  • Sobre
  • /
  • Meus Livros
  • /
  • Agenda
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Parcerias
  • /
  • Lojinha
  • /
  • Contato

  • Tudo bem...


    Existe um lugar em cada um de nós onde escondemos nossos maiores temores, nossas angústias, nossos maiores medos. Muitas vezes eles são maiores que a nossa força e nos tornam pequenos dentro de nós mesmos. Tenho aprendido que nosso eu interior é um herói em busca de suas próprias vitórias e alguns monstros não são realmente o que parecem ser. A perspectiva muda quando enxergamos de perto e notamos que o gigante não é tão grande assim. 

    Tenho aprendido a lidar com as frustrações e as decepções como um processo de crescimento. Não é fácil me convencer, mas é preciso. Nossas maiores batalhas acontecem dentro de nós mesmos. Somos nós que nos diminuímos e nos boicotamos. Sofremos por antecipação por suposições que criamos, fazemos os problemas se tornarem maiores do que realmente são. Já parou para se perguntar quantas vezes aquele desafio foi do tamanho que você pensou? 

    Tenho aprendido a dizer para mim mesma: "tudo bem", me convencer que realmente é "tudo bem". Tudo bem se você esperava que alguém notasse. Tudo bem se aquela pessoa que você deu tanto não reconheceu seus esforços. Tudo bem se o grande o sonho da sua vida ainda não aconteceu. Tudo bem mesmo. 

    Tudo bem se você ainda não chegou onde havia planejado estar agora. Tudo bem se você ainda não sabe lidar com tantas mudanças. Tudo bem se você prefere muitas vezes ficar sozinho ao invés de estar com amigos. Tudo bem se você ainda não tem um círculo de amigos. Tudo bem mesmo. Tudo bem se você não conseguiu reagir quando era para falar. Tudo bem se você falou quando era para ficar calado. Tudo bem se você errou. Tudo bem mesmo.

    Tudo bem se você ainda não encontrou o grande amor da sua vida. Tudo bem se as pessoas cobram o que não conhecem de você. Tudo bem se julgam o que você não é. Tudo bem se você prefere o que ninguém quer. Tudo bem se não houver um "obrigado" ou um "me desculpe", tudo bem mesmo. 

    Tudo bem se você não conseguiu. Tudo bem se você está fraco ou cansado. Tudo bem não ser forte o tempo todo. Tudo bem perder o controle. Tudo bem se você chorou. Tudo bem se você gritou. Tudo bem se você resolveu deixar para trás. Tudo bem mesmo.

    A vida é muito curta para nos crucificarmos tanto. Exigirmos tanto de nós mesmos e nos esquecemos que os erros não nos torna menores, mas nos apresenta uma oportunidade de sermos maiores. As fraquezas chegam para reconhecermos o quanto somos fortes. Se para cada fase ou estação existe um tempo determinado, por que queremos mudar o curso natural do rio? As estações continuarão a passar. Não dê força ao gigante que todo dia se levanta para te derrubar, você pode ser maior que ele. Se convença que realmente está tudo bem se não aconteceu como você esperava e que por mais que tudo mostre o contrário, os dias ruins irão passar. Você já venceu tantos gigantes, já se reinventou tantas vezes, tudo bem se isso acontecer de novo, pois 

    Remendos também fazem uma bela colcha de retalhos. 
    E essa colcha sempre serve para aquecer alguém do frio.


    Seja o melhor do que você não teve para os outros. Tudo vai conspirar para trazer sua boa semente de volta, acredite nisso. Seja o amigo que você queria ter, seja a gratidão que você queria receber, seja a alegria que você precisa, seja a esperança que você espera, seja o reconhecimento que você deseja. Seja alguma coisa boa para alguém. 

    O "tudo bem" não é se conformar, é reconhecer que somos falhos, mas sempre há uma chance de fazer de novo, de recomeçar, de perdoar, de fazer de outro jeito e que aquele ditado é real "sorrir é um bom remédio".

    E tudo bem se o gigante se levantar amanhã de novo e você não conseguir vencê-lo por estar cansado, sem energia ou força, tenho aprendido que o poder de Deus se manifesta onde há fraquezas. Você não precisa lutar sozinho, não precisa mesmo. Reconheça sua humanidade e receba a força do amor de Deus em sua vida. 

    "Há um lugar onde o medo

    Tem que enfrentar o Deus que você conhece" Casting Crowns

    Tudo bem se parece que é sempre inverno, mas é provável que a primavera já esteja colorindo lá do lado de fora e você ainda não abriu a janela para perceber que ela chegou. Você pode ter se acostumado com frio, mas sabe, cada estação tem seu encanto e seu propósito e principalmente o seu tempo de passar.


    Deus te abençoe.
    Adriana Brazil


    Ouça


    Nunca é tarde demais - Never Too Late / Kutless


    Oh, minha alma - Oh my soul / Casting Crowns
    ...........................................................................................

    Olá, pessoal!
    Há algum tempo tenho sentido o desejo de voltar a escrever no blog e hoje acordei com aquela decisão "é hoje!". Espero que esse texto seja um pouco de esperança para você.

    Quero também voltar com as parcerias entre blogs, retribuindo visitas e comentários. Após o seu comentário deixe o link do seu blog. Vou apagar comentários que só deixarem o link, seja gentil. 
    * Por enquanto, parceria para livros não está aberta.
    ** Siga meu blog publicamente, seguirei de volta, é só me avisar no comentário que está seguindo.

    Para quem não conhece, meu blog é voltado para livros, música, filmes, reflexões de autoajuda, resenhas, etc. 

    Sou cristã, autora da Série Foi assim que te amei e do romance teen Além dos sonhos, sou casada, tenho dois lindos filhos e moro no Rio de Janeiro. Amo livros, música, cinema e dias frios.

    Me siga no Instagram @adrianabrazill 
    Curta minha página no Facebook: AdrianaBrazil
    Conheça meus livros: Lojinha

    Você pode fazer breves citações desse texto nas redes sociais, porém deverá usar meu nome nos créditos. Não reproduza esse texto sem dar o devido crédito de autoria.

    4 comentários :

    Marcio disse...

    São os desafios do nosso cotidiano que nos fazem ser quem somos e as dificuldades e vitórias dão brilho a nossa história. Lindo texto minha escritora favorita! Escritora da minha vida!

    Unknown disse...

    Meu amor! Muito obrigada pela generosidade de um texto tão presente em minha vida e o que eu venho vivido. Tempos difíceis demais, parece que não vou viver como antes. Estou muito confusa com tantas lutas. A mulher forte que sou, me sinto muitas vezes fraca como passarinho, voando sem destino. Perdi o sono porque tem sido muito difícil lhe dar com perdas que parece pesadelos,mas que são realidades da vida e que na verdade todos irão de ter que confrontá los, seguindo e prosseguindo os caminhos que Deus lhe oferece à cada dia. Que o Espírito Santo venha reacender essa chama da escrita e palavras que nos fazem entender o nosso verdadeiro Eu! Te amo e muito obrigada.

    Juliana Silva disse...

    "Remendos também fazem uma bela colcha de retalhos."
    Amei ��.
    É mesmo bem difícil aceitar as coisas quando elas não dasdo jeitinho que sonhamos, mas a gente vai vivendo.
    Estava com saudades dos seus textos Dri.

    Adriana Brazil disse...

    Obrigada pela visita, pessoal!

     
    © Autora Adriana Brazil- 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: MK Designer e Layouts. Tecnologia do Blogger. imagem-logo